Archive for the Bom e velho Rock n’ Roll Category

A melhor banda de rock que você nunca ouviu

Posted in Bom e velho Rock n' Roll on 14/07/2010 by biones

Aproveitando que ontem foi o Dia Mundial do Rock, que a Espanha se tornou a oitava seleção campeã da Copa do Mundo no domingo e que eu precisava largar a mão de ser preguiçoso e voltar a escrever um pouco pra mim, resolvi botar esse meu novo espaço pra funcionar. E como primeiro ato, apresento ao meu seleto (e pequeno) público, a melhor banda de rock n’ roll que vocês nunca ouviram.

A banda se chama M Clan e começou em 1992, em Múrcia (Espanha) e é uma das bandas mais bem-sucedidas do país. Infelizmente, como no Brasil, além de música nacional, só se ouve rock feito nos Estados Unidos ou na Inglaterra ou adjacências, quase ninguém conhece por aqui. O que é uma pena, porque os caras são bons de verdade.

Quem me apresentou a banda foi o meu amigo Paulo de Tarso (o blog dele é o Projeto Toronto), um maluco que nasceu com uma alma de nômade. Em 2001, ele morou na Espanha e conheceu o M Clan no auge, na época do acústico que eles fizeram pra MTV local. Aliás, um discaço, cheio de músicas boas. Um belo dia, depois que ele voltou, me mostrou esse acústico, mas a música que me fez gostar de verdade da banda foi ‘Cierto Sabor Amargo’, um baita rock, com direito a um belo riff de guitarra e piano quase de rockabilly.

Aliás, desafio qualquer fã de rock a ouvir ‘Cierto Sabor Amargo’, ‘Perdido En La Ciudad’, ‘Donde El Rio Hierve’, ‘Ataque Al Corazón’, ‘Las Calles Están Ardiendo’, ‘Hasta Quando’ ou ‘Donde Está La Revolución’ e não gostar. O vocal do chileno Carlos Tarque é tudo o que um cantor de rock tem que ter: forte, com aquele rasgado de quem fuma um cigarro atrás do outro enquanto toca num bar, além de dois guitarristas (Ricardo Ruipérez e Carlos Raya, sem contar o monstro Santiago Campillo, que saiu da banda em 2001) e um tecladista (Alejandro Climent) mais do que competentes. Enfim, uma belíssima banda.

As covers que eles fazem são um capítulo à parte. Tem as versões corajosas de clássicos como ‘Paint It Black’, dos Stones, traduzida brilhantemente pro espanhol, assim como ‘Lola’, dos Kinks e ‘Maggie Mae’, do Rod Stewart. Podem ouvir ‘Todo Negro’ e ‘Maggie Despierta’ sem medo nenhum (aliás, a versão deles de ‘Maggie’, na minha opinião, é melhor que a original). E eles mandam muito bem também com ‘Superstitious’, do Stevie Wonder, ‘I Was Made For Loving You’, do Kiss (num arranjo brilhante, completamente diferente do original) e até ‘We Can Work It Out’, dos Beatles.

Os discos lançados pelo M Clan são: Un buen momento (1995), Coliseum (1997), Usar y tirar (1999), Sin enchufe (2001) – este é o acústico da MTV que eu menciono acima, Defectos personales (2002), Sopa fría (2004), Retrovisión (2006) e Memorias de un espantapájaros (2008). O site oficial da banda, infelizmente, está fora do ar, mas por um bom motivo: eles estão trabalhando no nono disco deles. Enfim, eles são muito bons e eu recomendo a todo mundo que curte el buen y viejo rock n’ roll.

Anúncios